Dicas Sobre Saúde

Mitos e verdades sobre as plantas medicinais

Texto A+ A-

 
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Fátima M Motter Magri, pesquisadora da área de Produtos Naturais do Mackenzie, explicou para o que servem algumas das mais famosas ervas medicinais.

 

Eucalipto, Eucaliptus citriodora: é fluidificante e anti-séptico. É muito usado no tratamento de afecções respiratórias como asma, bronquite, faringite, gripes e resfriados.

Abacateiro, Persea gratíssima: tem ação diurética e antiflatulenta, além de prevenir a queda de cabelo, e ser anticaspa.

Alecrim, Rosmarinus officinalis: apesar de ser popularmente utilizado para afastar os maus sonhos, o alecrim é um estimulante estomacal, combate os gases intestinais e as cólicas. Além disso, é anti-séptica e aumenta a transpiração. É geralmente usada em casos de falta de apetite, nervosismo, problemas digestivos e bronquites. Se usada externamente, combate o reumatismo.

Arnica, Arnica Montana: anti-inflamatório de uso tópico. Ou seja, é somente uso externo e não pode ser usada em cortes e feridas.

Arruda, Ruta graveolens: é muitas vezes usada no tratamento de varizes. Também ajuda a aumentar o fluxo menstrual e é proibida para mulheres grávidas.

Camomila, Matricaria chamomilla: anti-inflamatória, antibacteriana, antifúngica, previne espasmos no estômago, facilita a digestão e diminuem a tensão. É usada no tratamento de transtornos digestivos, afecções cutâneas, congestionamentos e inflamações oculares.

Canela em casca, Cinnamomum zeylanicum: as pessoas consideram a canela afrodisíaca, mas segundo Fátima, é antiespasmódica, antimicrobiana, antidiarreica, inibe os gases intestinais. Também é usada no tratamento de flatulência, anorexia, cólicas e diarréia. Além disso, é aromatizante natural, mas pode provocar alergias em indivíduos hipersensíveis. Contra indicado durante a gravidez.

Jasmim, Jasminum officinalis: as pessoas consideram essa erva como estimulante do chacra sexual, mas segundo a médica, é tônico, refrescante e emenagogo. O óleo pode ser usado como antidepressivo.

Manjericão, Ocimum basilicum: o manjericão é um conservante natural, digestivo e antissético.

Maracujá, Passiflora Alata: o uso tradicional atribui ao maracujá propriedades sedativas, relaxando os músculos e diminuindo a ansiedade e tensão. Também serve para o tratamento de insônia e trastornos nervosos.

Absinto, Artemisia absinthum: a Losna, ou Absinto, ajuda no aumento da secreção de bílis, Usada como analgésico e narcótico. Pode auxiliar no controle da dor e ansiedade. Em doses elevadas pode ser narcótico.

Erva doce, Pimpinella anisus: é expectorante usada no tratamento de secreção brônquica, coqueluche, cólica flatulenta e transtornos digestivos. Além disso, é muito utilizada como aromatizante. É contra-indicada durante a gravidez.

Guaco, Mikania guaco: o guaco é usado no tratamento de bronquites, tosses, como expectorante e outras afecções respiratórias. Pode ser eficaz também para úlcera.

Guaraná, Paullinia cupana: todo mundo sabe que o guaraná é estimulante e dá energias ao organismo.

Hibisco, Hibiscus sabdarifa: essa flor tem efeito laxante e sem cólicas, e melhora a digestão. O sabor semelhante ao morango.

Boldo, Peumus boldus: o boldo estimula a função hepática e da vesícula biliar. Ele também estimula a digestão e auxilia na diminuição dos níveis de colesterol.

 

 

 Fonte: Terra

 

publicado em 21/11/2011 às 09h48

Veja mais

 
 
 
 

Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba novidades sobre a Vita Care

Últimas notícias

Dieta mediterrânea reduz em 30% risco de doença cardíaca

Despeje um pouco de azeite de oliva, de preferência...

Segundo estudo, Ômega-3 protege o sistema imunológico contra os danos da luz solar

Segundo pesquisadores da Universidade de Manchester, na...

Proporcionamos aos idodos uma dieta adequada e todos os programas que promovam e mantenham a autonomia do idoso, além da criação de um ambiente adequado e seguro para o idoso dependente.

Copyright - 2020 Vitacare Todos os direitos reservados