Dicas Sobre Saúde

Consumir brócolis, couve-flor e repolho ajudam na prevenção do câncer de tireóide

Texto A+ A-

 
Foto: Dulla

Foto: Dulla

Por motivos ainda não esclarecidos pela ciência, o câncer de tireóide na população feminina aumentou cinco vezes nos últimos 20 anos. Segundo os especialistas, antes eram 5 casos por 100 mil habitantes e hoje a taxa de incidência está em 25 por 100 mil.

Em meio às dificuldades em traçar estratégias preventivas para este tipo de tumor – já que as causas não são bem definidas – um dos maiores especialistas em câncer na região da cabeça e pescoço, o oncologista do Hospital AC. Camargo Luiz Paulo Kowaski, diz com segurança que os vegetais são aliados neste combate.

“As pesquisas epidemiológicas, que investigam de forma minuciosa os hábitos nutricionais dos pacientes com câncer, já mostraram que consumir, ao menos duas vezes por semana, vegetais do grupo do brócolis, couve-flor e repolho agrega um fator de proteção à tireóide”, diz. “Provavelmente, os nutrientes destes alimentos beneficiam os consumidores, já que já temos evidências também de que não consumi-los favorece o aparecimento da doença”, completa.

Evolução

O câncer na tireóide não é dos mais letais e, a avaliação dos especialistas, é que no passado as mulheres já tinham a doença, conviviam com ela e nunca descobriam o tumor. Mas, de cinco anos para cá, os ginecologistas foram capacitados e passaram a fazer um acompanhamento mais próximo da glândula da tireóide, o que fez os números saírem da invisibilidade.

Apesar de não ser tão agressivo, o tumor neste órgão endócrino não pode ser negligenciado. Além de testes periódicos, a alimentação precisa fazer parte das estratégias preventivas. Uma dieta rica em fibras, e complementada pelos vegetais protetores da tireóide, é a chave para blindar o corpo contra vários tipos de neoplasia.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) já alertou que um terço dos casos de câncer mundiais são associados a uma dieta inadequada. Um estudo do Inca também chama a atenção para a influência do excesso de peso. Ainda no recorte feminino, 28% dos casos de câncer de mama seriam evitados caso as mulheres deixassem a categoria da obesidade.






Fonte: iG

 

publicado em 08/12/2011 às 10h54

Veja mais

 
 
 
 

Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba novidades sobre a Vita Care

Últimas notícias

Dieta mediterrânea reduz em 30% risco de doença cardíaca

Despeje um pouco de azeite de oliva, de preferência...

Segundo estudo, Ômega-3 protege o sistema imunológico contra os danos da luz solar

Segundo pesquisadores da Universidade de Manchester, na...

Proporcionamos aos idodos uma dieta adequada e todos os programas que promovam e mantenham a autonomia do idoso, além da criação de um ambiente adequado e seguro para o idoso dependente.

Copyright - 2020 Vitacare Todos os direitos reservados