Dicas Sobre Saúde

Conheça superalimentos que podem ajudar a emagrecer

Texto A+ A-

 
Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Há alimentos que são considerados "super" por suas propriedades nutricionais e capacidades de ajudar a reestruturar o organismo, prevenindo doenças crônicas, melhorando a visão e mantendo a mente saudável. Mas o que pouca gente sabe é que há evidências de que alguns alimentos ajudam a emagrecer e manter o peso.


Abacate: rico em ácido oleico, um tipo de gordura saudável e monoinsaturada, essa fruta ajuda a matar a fome. De 1/4 a meio abacate podem ajudar a derreter a gordura abdominal. É rica ainda em fibras e proteínas.

Feijão preto: uma xícara (chá) de feijão preto por dia corresponde a 15g de proteínas que ajudam a satisfazer, sem conter a gordura saturada encontrada em outras fontes de proteína como a carne vermelha.

Bananas-da-terra: meia xícara da fruta cozida fornece carboidratos complexos que ajudam a acelerar a queima calórica.

Salmão: aumente o consumo de salmão, por ser boa fonte de gorduras moninsaturadas e ômegas 3 e 6, também é uma ótima fonte de proteínas.

Mirtilos: conhecidas por ser rica em antioxidantes e, consequentemente, sua propriedade anti-idade, essa frutinha ajuda a saciar! Uma xícara (chá) de mirtilos fornece apenas 80 calorias e 4g de fibras.

Brócolis: cozido ou cru, este vegetal é um poderoso aliado na prevenção de cânceres e ainda oferece uma porção de fibras com menos de 30 calorias por porção, colaborando, assim, para prevenir o efeito sanfona também.

Arroz integral: mais saudável e mais rico em fibras que o arroz branco, meia xícara (chá) do grão oferece 1,7g de carboidratos saudáveis que ajudam a acelerar o metabolismo e a queima de gorduras. Além disso, é um alimento de baixa densidade energética, ou seja, sustenta com poucas calorias.

Amêndoas: ricas em gorduras saudáveis, ajudam na perda de peso. Em uma dieta, quem trocar os biscoitos de água e sal por uma porção de amêndoas acaba perdendo mais peso.

Peras: uma unidade fornece 15% da necessidade diária de fibras recomendada pelas organizações de saúde. Um estudo ainda destacou que mulheres que comem até três peras por dia acabavam ingerindo menos calorias e emagrecendo mais do que aquelas que não comiam a fruta.

Vinho: o resveratrol é um antioxidante presente na casca da uva e que paralisa o "estoque" de gordura. Estudos mostraram que bebedores moderados de vinho tem a cintura mais fina e a barriga menor do que aqueles que ingeriam outras bebidas alcoólicas. Uma taça de vinho pode ajudar a queimar calorias.

Grapefruit: mesmo sem mudar os hábitos alimentares, ingerir meia grapefruit antes de cada refeição colabora com a perda de peso, porque um composto da fruta ajuda a diminuir a insulina, hormônio que ajuda a estocar gordura. Também é boa fonte de proteínas e, como tem 90% água, colabora com a sensação de saciedade.

Feijão roxo: a variação vermelha dos feijões oferece fibras e proteínas que dão saciedade. Já os feijões roxos ainda são ricos em carboidratos "do bem" - meia xícara (chá) fornece quase 2g do carboidrato que ajuda a acelerar a queima de gorduras.

Chá Verde: hidratante, por ser rico em água, também ajuda a dar saciedade. Suas propriedades antioxidantes aceleram a queima calórica e um estudo mostrou que cinco xícaras por dia são capazes de dobrar a capacidade de perder peso na região da cintura.

Lentilhas: fonte de proteínas e fibras que ajudam a saciar. Meia xícara (chá) fornece 3,4g de carboidratos que ajudam a acelerar o metabolismo.

Bananas: levemente madura e de tamanho mediano, pode não só colaborar com a saciedade, como oferece carboidratos que ajudam a queimar calorias. Quando bem madura, esses carboidratos praticamente reduzem pela metade.

Ovos: um estudo mostrou que mulheres que ingeriam ovos no café da manhã tendiam a emagrecer duas vezes mais do que aquelas que comiam pães na refeição.

Chocolate amargo: um pedacinho da guloseima pode reduzir a velocidade da digestão, fazendo a saciedade durar mais tempo até a próxima refeição. O chocolate escuro (amargo) é rico em gorduras monoinsaturadas, ajudando a acelerar o metabolismo e a reduzir a vontade de comer salgados, doces e gorduras.

Laranjas: possui apenas 59 calorias, é rica em fibras e vitamina C e ajuda a reduzir o apetite, evitando a ingestão de calorias desnecessárias

Batatas: você leu certo! Embora sejam fonte de carboidratos, tem a capacidade de saciar três vezes mais que uma fatia de pão branco. Seus carboidratos também ajudam a acelerar a queima calórica.

Pinholes: possui ácidos graxos que ajudam o coração, reduzem os hormônios da fome e queima a gordura abdominal.

Feijão branco: uma xícara e meia (chá) fornece quase 4g de carboidratos complexos, que aceleram a queima calórica.

Queijo: queijo fresco de ovelha e o feta contêm ácidos graxos que ajudam a dar saciedade e queimar gordura.

Leite desnatado: seus ácidos graxos e proteínas ajudam na sensação de saciedade. Além disso, possui cálcio, que ajuda na perda de peso e na saúde dos ossos e músculos.

Grão-de-bico: fonte de fibras, proteínas, gorduras saudáveis e carboidratos complexos, ajuda a queimar caloria e dar saciedade, evitando a ingestão de calorias a mais.

Cevadinha: meia xícara (chá) fornece fibras que dão saciedade e carboidratos complexos, sendo um ótimo complemento para dietas de baixa ingestão calórica.

Quinua: é muito rica em proteínas, ajudando a manter a saciedade por mais tempo e reduzindo a chance de um excesso na próxima refeição.

Aveia: rica em fibras, ajuda a dar saciedade para enfrentar o dia. Meia xícara (chá) corresponde a 4,6g de um carboidrato saudável que acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias.


Fonte: Terra

 

publicado em 31/05/2011 às 10h03

Veja mais

 
 
 
 

Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba novidades sobre a Vita Care

Últimas notícias

Dieta mediterrânea reduz em 30% risco de doença cardíaca

Despeje um pouco de azeite de oliva, de preferência...

Segundo estudo, Ômega-3 protege o sistema imunológico contra os danos da luz solar

Segundo pesquisadores da Universidade de Manchester, na...

Proporcionamos aos idodos uma dieta adequada e todos os programas que promovam e mantenham a autonomia do idoso, além da criação de um ambiente adequado e seguro para o idoso dependente.

Copyright - 2020 Vitacare Todos os direitos reservados